Dia Internacional da não violência contra a Mulher

O dia 25 de novembro é uma homenagem às irmãs Mirabal, conhecidas como “Las Mariposas”, assassinadas pela ditadura de Leônidas Trujillo na República Dominicana, na mesma data em 1960.

Agressões por parte do companheiro ou familiares, violência psicológica, assédio, estupro, perseguição, feminicídio. A lista de crimes contra a mulher é extensa. De acordo com o Dossiê Instituto Patrícia Galvão, no Brasil uma mulher é estuprada a cada 11 minutos, assassinada a cada 2 horas, cinco são espancadas a cada 2 minutos e 503 mulheres são vítimas de agressão a cada hora.

O medo ainda é um dos maiores obstáculos, muitas mulheres não se sentem seguras o suficiente para denunciar, receiam as represálias, mas essa realidade está mudando.

A Lei Maria da Penha, promulgada em 2006, é uma conquista significativa, assim como a ratificação de tratados internacionais. Contudo, as políticas públicas precisam estimular a prevenção, um trabalho que vai além da violência doméstica e passa por todas as esferas da sociedade.  

As vítimas de abuso precisam de apoio, de mais proteção por parte dos governos. A Organização das Nações Unidas afirma que somente 10% dos casos de violência chegam ao conhecimento das autoridades e menos ainda são os casos que tem penalidade.

A sociedade não pode se calar. As mulheres não podem ser silenciadas. Denuncie.

Esta entrada foi publicada em Datas comemorativas, Destaque, PR Mulher e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *